HIGIENE PESSOAL

As pessoas que de alguma forma contactam com os alimentos nas diversas fases da sua produção, são portadoras de microrganismos que podem contaminar os alimentos e causar doenças a quem os consome. São as pessoas envolvidas na preparação e confecção de alimentos que podem constituir um dos principais veículos de contaminação microbiológica dos alimentos.

De acordo com o disposto no Capitulo VIII do Anexo II do Regulamento (CE) nº 852/2004, relativo à higiene dos Géneros Alimentícios:

  • Os trabalhadores que manipulam alimentos devem manter um elevado grau de higiene pessoal e usar vestuário adequado, limpo e sempre que necessário que confira proteção;

  • Será proibida de manipular géneros alimentícios e entrar em locais onde se manuseiem alimentos a pessoa que sofra ou seja portadora de uma doença facilmente transmissível através dos alimentos ou que esteja afetada, por exemplo, por feridas infetadas, infeções cutâneas, inflamações ou diarreia, seja a que título for, se houver probabilidades de contaminação direta ou indireta.

  • Qualquer pessoa afetada deste modo e empregada no setor alimentar e que possa entrar em contacto com géneros alimentícios deverá informar imediatamente as chefias de tal doença ou sintomas e, se possível, das suas causas.

As boas práticas são um conjunto de regras, condições e práticas que asseguram uma adequada higiene pessoal. A observação das regras e procedimentos constantes das boas práticas de higiene pessoal é fundamental para garantir uma adequada segurança e higiene nos alimentos.

Desta forma, podem ainda ser adotadas, as seguintes Boas Práticas de Higiene Pessoal:

  • Manter uma higiene pessoal cuidada ao nível do corpo, da roupa e do vestuário;

  • Guardar a roupa e outro material utilizado fora do local de trabalho, num armário/cacifo adequado;

  • Utilizar equipamento pessoal (vestuário) exclusivamente nas instalações de trabalho;

  • Procurar manter o vestuário limpo e em bom estado de conservação. Sempre que necessário proceda à sua substituição;

  • Utilizar calçado apropriado e exclusivo do local de trabalho;

  • Cobrir por completo o cabelo, utilizando touca ou barretes, não deixando pontas de fora;

  • Manter as unhas curtas, limpas e sem verniz;

  • Não utilizar adornos pessoais (relógios, pulseiras, brincos, anéis, piercings, entre outros);

  • Lavar corretamente as mãos, sempre que necessário;

  • Não comer, não beber, nem mascar pastilha elástica em locais onde se manuseie os alimentos;

Precisa de dar formação aos seus funcionários? Precisa de apoio nesta área? Não hesite, fale connosco, estamos sempre disponíveis para ajudar.

Entre em contato com a SEA Soluções.

 

Maria Areias
 Técnica Sup. HST e HACCP
Partilhar :

Comments are closed.